sexta-feira, 26 de agosto de 2011

E...

é assim, se a gente quiser ter alguém em quem confiar, temos que confiar em nós mesmos. Fim.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Poesia do Dia - Machado de Assis

BONS AMIGOS (http://pensador.uol.com.br/colecao/juliashella/)

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Dica de Leitura: Alê Félix - Daquilo que desejei que vivêssemos…



Não sei como e nem porque, mas eu sei que esse texto que aqui indico mexeu comigo... Gostei demais ... Imaginei "estórias" e "histórias"... Pensei em tempos que foram e não são mais. Pensei ainda em dias que estão por vir... Pensei em tantas coisas....   Fica aqui minha dica.... Vale a pena!

Alê Félix » Blog Archive » Daquilo que desejei que vivêssemos…

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Introspecção...

De acordo com o dicionário "google", instrospecção é:
"Exame do interior.Estudo da consciência por si mesma".


Há certos momentos em que ficamos assim , "introspectivos". São momentos em que queremos ficar quietos em nosso lugar, acompanhados apenas por nós mesmos...  


Tais momentos também não querem dizer uma busca por nós, querem apenas mostrar um pouco da necessidade do silêncio que nós temos. Não falo do silêncio da fala, do som, do barulho... Falo do silêncio de nossos pensamentos. Da serenidade do pensar...


Hoje, encontrei em um texto de Clarice Lispector, um pouco disso que estou sentindo hoje... Eu mesma não conseguiria me explicar...  É apenas uma forma de dizer que estou instrospectiva mas não sou... 



"Não me prendo a nada que me defina. sou companhia, mas posso ser solidão. Tranqüilidade e inconstância, pedra e coração. Sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça e sono. Música alta e silêncio. Serei o que você quiser, mas só quando eu quiser. Não me limito, não sou cruel comigo! Serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer… Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato. Ou toca, ou não toca."

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Legião Urbana embalando minha vida...

Há algum tempo venho querendo fazer um post sobre "as músicas que embalaram minha vida"...  E enquanto eu pensava nas músicas que marcaram seja pela letra ou por terem me acompanhado em momentos diversos descobri uma coisa, ou melhor, redescobri. Que minha vida foi (e em certa medida ainda é) embalada pelas letras de Renato Russo e a Legião Urbana. Aí comecei a fazer um levantamento das músicas, ficou dificil... Hoje elencarei alguns poucos trechos...

1. Maurício

"Já não sei dizer, se ainda sei sentir, o meu coração já não me pertence, já não quer mais, me obedecer, parece agora estar tão cansado quanto eu"...

2. Eu era um lobisomem juvenil

"Se o mundo é mesmo parecido com o que vejo, prefiro acreditar no mundo do meu jeito. (...) O que sinto muitas vezes faz sentido e outras vezes não descubro um motivo que me explique porque é que não consigo ver sentido no que sinto e que procuro , o que desejo é oque faz parte do meu mundo.

3. Sereníssima

"Sou um animal sentimental me apego facilmente ao que desperta o meu desejo. Tente me obrigar a fazer o que não quero e você vai logo ver o que acontece. Acho que entendo o que você quis me dizer mas existem outras coisas"...

4. Só por hoje....    

Atualmente essa é minha música...  ´"Só por hoje vou me lembrar que sou feliz"




terça-feira, 2 de agosto de 2011

Tempos de Transformação

Há certos momentos da vida da gente em que nós buscamos transformação. Há momentos em que olhamos para nós mesmos, buscamos nossos defeitos e nossas qualidades. Olhamos para o que nós gostamos de ser e o que nos incomoda. Há momentos em que buscamos deixar de ser largarta para ser borboleta. Livres. Eu estou em um desses momentos, como sempre. Não é a toa que o título desse blog expressa a busca incessante pelo que sou, pelo que quero, pelo que sinto, pelo que acredito. Passo por uma transformação silenciosa. Imperceptível. Não muda o que sou. Muda o que sinto e o que espero do mundo e das pessoas. Passo por um momento em que tento me convencer de que tudo que faço é por mim. FAço porque quero, porque acredito. Faço porque acho que assim deve ser. Ainda que, as vezes, eu esteja equivocada, devo fazer por mim. Seja para acertar ou errar. Devo fazer por mim. Devo ser por mim. Não posso ser pelos outros. Não posso fazer pelos outros. Complicada , ou não, é assim que sou. Assim que sinto. Assim que me transformo. E tenho certeza de que quando eu agir e sentir sem esperar nada em troca, minhas angústias serão menores...