sexta-feira, 4 de maio de 2012

Sem medo de mudanças mas...

Não tenho e nem nunca tive medo de mudanças. Eventualmente, algum tipo de receio. O desconhecido sempre nos provoca essas sensações. Pisar em terrenos sem saber como eles exatamente são causa certo desconforto. Estou passando por mudanças no ambiente de trabalho. Mudanças esperadas. Assumindo, de fato, o que era para sempre ter sido e, por motivos diversos, nunca foi. Estranho isso, não?  Mudei de prédio. Mudei de sala. Uma sala muito bonita por sinal. Sala clara e estruturada. Fisicamente bem confortável. Silêncio total - desconfortável para mim que, nos últimos dois anos, me acostumei com o barulho, conversas e risadas dos meus companheiros guardas municipais. Mas o problema não é esse também. Esse momento de transição está me causando desconforto e não estou sabendo exatamente lidar com isso. Tudo está sendo bom e sei que será muito bom profissionalmente. São grandes oportunidades. Mas é como se eu não me sentisse parte desse novo ambiente. E quando vou no meu antigo prédio também não me sinto mais de lá. Sinto-me no limbo. E hoje, mais do que ontem, essa sensação se acentuou. Meu "mana" que eu achava ter deixado lá... Não está lá. Não está aqui. Parece que o perdi. Não sei o que fazer. Paro. Reflito. Tento me ajustar. Aguardo. E enquanto aguardo trabalho. Faço minha parte.