terça-feira, 4 de setembro de 2012

Em minha busca

Não a toa o título desta postagem é o mesmo nome deste blog. Expressa minha caminhada na vida. Busco-me constantemente. Como disse outra ocasião, entre erros e acertos me construo. Porém, sozinho, nem sempre conseguimos nos encontrar. Como diria Renato Russo: "quero me encontrar mas não sei onde estou". Precisamos de ajuda nesta caminhada. Muitas vezes, a ajuda amiga resolve. Outras tantas não. As vezes, é necessário a ajuda profissional. Não a toa, existe a psicologia. Eu, ainda que cheia de receios e preconceito, após várias indicações amigas, resolvi procurar a terapia. Pela terceira vez. A primeira vez, foi a muito tempo atrás (antes mesmo do Augusto nascer). Foi pontual. Fim. Agora recentemente, fui de novo. Fiz 3 sessões. Não gostei. Mas não podia desistir. Não queria desistir. Mudei de profissional. Estou indo para a terceira sessão agora. Confesso que aos poucos estou perdendo o preconceito. O processo de autoconhecimento "dirigido" é bem interessante. Espero nessa nova etapa, me conhecer. Me conhecer e, principalmente, me aceitar mais. Me aceitar melhor. Quero voltar aqui e dizer que vale a pena fazer terapia. Por enquanto, estou experimentando e sinto-me cada vez empenhada nesta experimentação. Vamos ver o que acontece.



segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Essa ansiedade ainda vai me matar....

Quanto tempo que eu não apareço por aqui... Última postagem está datada de 20 de junho. Ou seja, lá se vão pouco mais de 02 meses. Muito tempo, não? Pois é. Por que me afastei? Nem mesmo sei. Só sei que foi assim. Talvez porque quase nada de muito novo tenha acontecido. Talvez por uma apatia que tenha tomado conta de mim. Talvez porque, a cada texto escrito, fosse um encontro comigo mesmo. Podem ser tantas as motivações que se fosse elencá-las aqui me perderia nos meus pensamentos. Mas não é por isso que cá estou. Estou para tentar, de alguma forma, aliviar uma certa ansiedade que me domina. Pelo menos, o motivo é bom. Muito bom. O duro é a espera. Pois bem, finalmente irei conhecer Fortaleza.

Uhuuuuuuu !!!!

Sempre tive vontade. Tivemos uma oportunidade há um tempo atrás, mas optamos por ir a Natal (que meu marido não conhecia). Mas ainda sim minha vontade de ir a Fortaleza continuou. Finalmente chegou a vez. De presente de Natal, iremos os três desfrutar de alguns dias nessa terra. Com direito a Beach Park....  

E por que a ansiedade? Porque a viagem será só em dezembro. Presente de natal literalmente. Duro é esperar até lá. Por enquanto, só me cabe sonhar.