segunda-feira, 11 de março de 2013

Balanço

Hora de fazer o balanço da primeira semana..   Digamos que não chegou a ser uma tortura mas foi bem perto disso. Em alguns momentos cheguei a ter sintomas de abstinência.. kkkkk      Ansiedade, leve irritação. Não resisiti e lá fui atras de um bombom. Mas foi UM bombom. No dia seguinte ao fato comi um brigadeiro. Lembrancinha pelo dia da mulher.  

Tirando os dois fatos acima mencionados, no resto - foi tudo sob controle. Comi muita salada. Comi mais carne branca (frango) que carne vermelha. Carboidratos mais no periodo da manhã (1 fatia de pão integral todos os dias de manhã com requeijão light ou queijo branco). 
E teve mais uma coisinha que fugiu a regra. Domingo, eu e meu marido, fomos almoçar em uma churrascaria. Pode parecer impactante em um primeiro momento mas não acho. Comi salada. Algumas (poucas) carnes. Não consegui comer tanto. Não posso nem mesmo dizer que houve exagero. Não houve. Não acho que vá fazer diferença dentro do contexto. 
E falando sobre o que faz ou não diferença...  qual o limite para resistir as "tentações"? Naquele dia comi um bombom...   
Pego-me pensando será que vale a pena TANTO sacrificio?   Tenho dúvidas as vezes. Não em relação a qualidade de vida. Isso, certametne, só tem a ganhar. Mas digo em relação às pequenas coisas diárias... Como, por exemplo, vontade de comer um bombom.
Talvez o caminho por mim adotado seja extremamente radical. Talvez eu não precise abandonar  que gosto. Apenas controlar...   
Hoje estava com vontade de comer panquecas. Assim fiz. Uma panqueca não faz mal a ninguém. Depois de uma semana a base de folhas e carne branca, quero algo com mais "sustança"...
Mas não foi só a panqueca. Sobremesa. Consciência pesada? Um pouco mas satisfeita... 

Não me pesei na balança. Nem irei faze-lo. Não quero pensar em números absolutos por enquanto. Quero me sentir leve...  O estômago agradece.



Nenhum comentário:

Postar um comentário